A Bíblia e as Finanças – O ambiente econômico da Bíblia

Código: 1
12x de R$ 2,91
R$ 35,00
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 35,00 sem juros
    • 2x de R$ 17,50 sem juros
    • 3x de R$ 11,66 sem juros
    • 4x de R$ 8,75 sem juros
    • 5x de R$ 7,00 sem juros
    • 6x de R$ 5,83 sem juros
    • 7x de R$ 5,00 sem juros
    • 8x de R$ 4,37 sem juros
    • 9x de R$ 3,88 sem juros
    • 10x de R$ 3,50 sem juros
    • 11x de R$ 3,18 sem juros
    • 12x de R$ 2,91 sem juros
  • R$ 35,00 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

“Se você ler a Bíblia de forma prática, encontrará nela a resposta para várias situações do seu dia a dia. Seja você católico, evangélico, espírita ou ateu”, comenta Clésio Guimarães, que fez uma releitura dos escritos sagrados sob a perspectiva econômica em obra que acaba de lançar pela Sophia Editora: ‘A Bíblia e as Finanças – O ambiente econômico da Bíblia’. Professor universitário, administrador de empresas e secretário de Fazenda de Cabo Frio, Clésio Guimarães explica que a Bíblia é repleta de assuntos que envolvem a economia.

“Apesar de ser formado em administração de empresas, sempre gostei de economia. Lecionava micro e macro economia em universidade. A Bíblia é toda recheada de assuntos que envolvem economia, que aparecem de forma explícita ou implícita. Resolvi juntar os dois assuntos. Quando você fala que “Noé construiu a Arca”, por exemplo, por trás disso tem todo um aparato econômico: contratação de funcionários, aquisição de matéria-prima… Comecei a escrever devagar. A coisa foi caminhando e culminou com meu sonho de publicar um livro, dentro da minha área e abrangendo a parte bíblica”, explica ele, que é evangélico.

O obra extrai lições dos escritos sagrados que podem ser aplicadas diante dos dilemas do mundo contemporâneo. “Muitas empresas passaram a adotar o que é conhecido como compliance [normas de ética que norteiam os procedimentos internos nas companhias]. Isso nada mais é do que seguir a Bíblia, fazer o que é correto”, comenta Clésio Guimarães.

O médico e empresário José Roberto Mendes, no prefácio da obra, escreve que “o autor demonstra a preocupação dos autores bíblicos, mormente os profetas, com os governos que não equilibravam o crescimento econômico da nação com o desenvolvimento social dos seus habitantes”. E completa: “Eram críticos severos da usura, dos juros altos que prejudicavam os órfãos e viúvas. Amós chega ao requinte de admoestar os governantes que investiam em monocultura. Porque, como dizia ele, uma única praga dizima tudo e tem, como consequência, a miséria”.

O livro foi escrito antes da pandemia do coronavírus. O autor, no entanto, acredita que este período deixará muitas lições. “A dificuldade está nos fazendo criar. Essa criação de alternativas vai permanecer após o período de pandemia. Isso não aconteceu por acaso. Creio num Deus provedor. Deus não permitira que isso acontecesse na terra sem que tivesse um fim maior e proveitoso para os homens. Aqueles que aprenderem a lição terão, realmente, vitórias. E aqueles que não aprenderem vão ter, novamente, problemas.”

 

Características

TIPO

 brochura

FORMATO

 14 x 21 x 1,5

PÁGINAS

 124

PESO

 308 g

ISBN

 978-85-69294-13-9
12x de R$ 2,91
R$ 35,00
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

Sophia Editora - CNPJ: 19.750.909/0001-95 © Todos os direitos reservados. 2020