Um diário para as estações

Código: 9786588609187
2x de R$ 20,00
R$ 40,00
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 40,00 sem juros
    • 2x de R$ 20,00 sem juros
    • 3x de R$ 13,97
    • 4x de R$ 10,71
    • 5x de R$ 8,71
    • 6x de R$ 7,36
    • 7x de R$ 6,39
    • 8x de R$ 5,62
    • 9x de R$ 5,03
    • 10x de R$ 4,58
    • 11x de R$ 4,21
    • 12x de R$ 3,91
    • 1x de R$ 40,00 sem juros
    • 2x de R$ 20,00 sem juros
    • 3x de R$ 13,97
    • 4x de R$ 10,71
    • 5x de R$ 8,71
    • 6x de R$ 7,36
    • 7x de R$ 6,39
    • 8x de R$ 5,62
    • 9x de R$ 5,03
    • 10x de R$ 4,58
    • 11x de R$ 4,21
    • 12x de R$ 3,91
  • R$ 40,00 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

As pequenezas da vida. Coisas à primeira vista desimportantes. Bonitezas singelas desapercebidas na correria dos dias. Tudo isso é servido em “Um diário para as estações” como grandes acontecimentos, contornados de beleza e relevância, por uma escritora que não se veste com o título, mas desfila desenvolta uma estética literária característica dos grandes cronistas.

Recheada com o que a autora chama de “narrativas fantásticas do real”, a obra reúne em 92 páginas escritos que Mariam colocou no papel por dias a fio ao longo de um tempo marcado por estações do ano, meses, semanas, dias, horas, momentos, frações de segundos de contemplação da vida. Um diário. Mas não como simples retratos dos dias.

“Pontuo isso porque não é um diário com compromisso de fidelidade aos fatos. A realidade é apenas ponto de partida para as reflexões que registrava. Os desdobramentos muitas vezes são fruto de uma imaginação, uma invenção, intencionada ou não, de como a vida é ou poderia ser entre um acontecimento e outro”.

Alguns textos foram escritos em correspondências trocadas com uma amiga, a artista visual Lara Ovídio, entre os anos de 2016 e 2017.

“Nós duas compartilhamos este hábito de escrever diários. E nos correspondíamos com frequência, trocando observações sobre o tempo, sobre a vida, sobre pequenas coisas do cotidiano”.

Tempo, aliás, é a principal matéria-prima que a paulistana de 32 anos utiliza para construção das suas narrativas. É no encalço do seu decorrer que a autora realça o que de tão corriqueiro não merece alarde, contudo pode, e deve, ser apreciado, num exercício diário que a faz notar, por exemplo, o passeio da luz pelo assoalho de casa nas diferentes estações do ano; a presença de melancias nas feiras de rua próximo à primavera; as goteiras do céu de Brasília, indignas de serem chamadas de chuva; os efeitos do calor infernal do Rio na rotina de quem habita a capital fluminense, entre outros insights.

“Um diário para as estações” conta ainda com ilustrações de Érica Marques dos Santos e quarta capa escrita por Aline Moschen.

“É uma das belezas que, pessoalmente, considero neste livro. Um encontro de amizades entre mulheres que percorreram o tempo e transbordam neste trabalho. Além de perceber o quanto aquilo que você observa e reflete ressoa em outras pessoas”.

A (não) escritora

Nascida em São Paulo, mas radicada no Rio desde a adolescência — com breve escala em Joinville (SC) —, Mariam, longe do ofício de escritora, é antropóloga.

Atualmente cursa o doutorado em Antropologia Social pelo Museu Nacional (UFRJ), onde desenvolve pesquisa sobre mulheres e memória coletiva junto à população Tukano no Alto Rio Negro, na Amazônia brasileira. É também graduanda em filosofia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio).

Serviço
Título: “Um diário para as estações”
Autora: Mariam Daychoum
Páginas: 92
Preço: R$ 40

2x de R$ 20,00
R$ 40,00
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PagHiper
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

Sophia Editora - CNPJ: 19.750.909/0001-95 © Todos os direitos reservados. 2022